Reabilitação

6000 inscrições assinalam o sucesso da Semana da Reabilitação Urbana do Porto

De regresso a um formato presencial, a Semana da Reabilitação Urbana do Porto decorreu, de 23 a 25 de novembro, na Sala do Arquivo, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto. Uma programação de três dias e que abordou os principais temas do setor da construção e do imobiliário em Portugal.

Alexandre Lima / Ana Tavares / Fernanda Cerqueira | 09 December 2021
group

6000 / 1450

inscrições / pessoas

question_answer

21

conferências

record_voice_over

120

oradores

assistant_photo

55

entidades

Superando as melhores expectativas, a Semana da Reabilitação Urbana do Porto contabilizou 6000 inscrições, realizadas por cerca de 1450 pessoas, e distribuídas pelas 21 conferências que preencheram a programação deste ano.

Temas como o acesso à habitação, o mercado de arrendamento nacional, a dinâmica dos escritórios e do investimento no Porto, as novas exigências de sustentabilidade e os progressos tecnológicos nos materiais e na construção estiveram em destaque, durante estes três dias, em diversos painéis temáticos.

A Semana da Reabilitação Urbana do Porto contou com a presença de várias figuras do poder central e local, tais como a Secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves; Pedro Baganha, Vereador do Pelouro do Urbanismo e Espaço Público e do Pelouro da Habitação da Câmara Municipal do Porto; e Ricardo Valente, Vereador do Pelouro das Finanças, Economia e Emprego e do Pelouro de Turismo e Comércio da Câmara Municipal do Porto.

Albúm Flickr
BIM está a chegar aos serviços municipais

Em jeito de warm-up a conferência ‘O impacto do BIM na agilização do licenciamento urbano’, marcou o arranque da Semana da Reabilitação Urbana do Porto, na manhã do dia 23 de novembro.

Com uma adoção crescente nos processos de projeto, construção e gestão do edificado a nível nacional, o Building Information Modelling (BIM) está a despertar cada vez mais interesse em vários contextos e nos quais, até ao momento, não havia desenvolvimentos relevantes. Um desses contextos é o autárquico, designadamente, na verificação automatizada de regras para licenciamento.

Saiba mais sobre esta sessão coorganiza pela Vida Imobiliária, pela Universidade do Minho e pela A400 AQUI.

Reabilitação urbana é importante para “devolver as cidades à população”

A Sala do Arquivo, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, recebeu centenas de pessoas na tarde do dia 23 de novembro para assistir à sessão de abertura da IX edição da Semana da Reabilitação Urbana do Porto e que contou com a especial participação da Secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves.

Pode ler o resumo da intervenção da Secretária de Estado da Habitação, bem como das participações de Ricardo Valente, Vereador do Pelouro das Finanças, Economia e Emprego e do Pelouro de Turismo e Comércio da Câmara Municipal do Porto, e de Manuel Reis Campos, Presidente da AICCOPN e CPCI AQUI.

PRR vai aumentar a concorrência na construção de habitação

Um dos temas que marcou a edição deste ano da Semana da Reabilitação Urbana do Porto foi, incontornavelmente, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), a ‘bazuca’ de fundos europeus que tem entre as suas prioridades a habitação.

Mas, não será só Portugal que terá um programa desta natureza, nem é só Portugal que enfrenta desafios no acesso à habitação, pelo que os alargados fundos que se destinam à construção de habitação vão, certamente, aumentar a concorrência no setor causando ainda maiores dificuldades no acesso à mão-de-obra.

Um tema largamente explorado no debate ‘As prioridades do PRR para o investimento em habitação’ e cujas conclusões pode ler AQUI.

Porto com Sentido: habitação acessível pode ser rentável na Invicta

Com a escalada dos preços da habitação, o mercado do ‘build to rent’, ou construção para arrendamento, é cada vez mais apetecível na Europa, mas tarda em arrancar em Portugal. O programa municipal Porto com Sentido quer contribuir para o aumento da oferta.

A conferência ‘A aposta no build to rent para criar habitação acessível no Porto’ foi coorganizada pela Vida Imobiliária, pela CBRE e pela Porto Vivo SRU. Não deixe de ler a notícia completa AQUI.

Abertas as inscrições no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2022

A abertura oficial da fase de pré-candidatura para a edição de 2022 do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana teve palco na Semana da Reabilitação Urbana do Porto. Foi o arranque de uma edição muito especial e que celebrará a primeira década deste Prémio, reconhecido como um dos mais relevantes galardões do setor do imobiliário e da construção em Portugal.

Fique a par de todos os detalhes da edição de 2022 do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana AQUI e no site oficial desta iniciativa AQUI

Porto: agenda ambiental já entrou na agenda imobiliária

A crescente consciencialização sobre as alterações climáticas obriga a repensar os moldes em que o setor imobiliário se desenvolve. De facto, o setor imobiliário concentra quase 2/3 das emissões de carbono e a sustentabilidade dos edifícios representa cada vez mais uma prioridade nas estratégias das empresas, mas também para a população em geral.

Este foi precisamente o tema da sessão “Coberturas Verdes em Portugal: Estratégia, Conceito e Experiência”, organizada pela Associação Nacional de Coberturas Verdes (ANCV), no dia 23 de novembro e sobre a qual pode saber mais AQUI.

Programa ‘Porto com Sentido’ é alargado à construção nova e reabilitação

A fechar o primeiro dia da agenda da Semana da Reabilitação Urbana do Porto, o Imojuris e a PLMJ promoveram um seminário jurídico dedicado às regras do programa municipal Porto com Sentido e que entrou, no último mês, numa nova fase muito mais abrangente. Conheça todos os detalhes AQUI.

Albúm Flickr
Setor pede valorização dos profissionais da construção

A manhã do segundo dia da Semana da Reabilitação Urbana do Porto ficou marcada pelos grandes desafios do setor da construção. Foi possivelmente o setor mais resiliente ao choque da pandemia, mas enfrenta, neste momento, grandes desafios, tais como a escassez de mão-de-obra e uma subida generalizada do preço das matérias-primas. Da parte de quem representa ou trabalha no setor repetem-se os apelos à industrialização da construção e à valorização dos seus profissionais.

A conferência ‘O desafio da industrialização e os custos na construção’ foi coorganizada pela Vida Imobiliária, pela FEUP, pelo Grupo Preceram e pela Casais. Não deixe de ler as principais conclusões desta conferência AQUI.

PDM do Porto: Grandes projetos vão marcar o futuro da cidade

De olhos postos no futuro e com foco na continuação da regeneração da cidade, o novo Plano Diretor Municipal (PDM) do Porto preconiza um grande conjunto de projetos estruturantes. Alguns já em curso e outros com arranque previsto para breve, pretendem não só alavancar o investimento privado, mas também potenciar a atratividade da cidade.

Para apresentar as linhas estratégicas do novo PDM, foi convidado da Semana da Reabilitação Urbana do Porto, o Vereador do Urbanismo da Câmara Municipal do Porto, Pedro Baganha, que dá conta de «uma cidade em desenvolvimento».

Não deixe de ler o resumo desta sessão coorganizada pela Vida Imobiliária, pela Câmara Municipal do Porto e pela Reify AQUI.

Residências seniores em Portugal entram no radar dos investidores

A tarde do dia 24 de novembro arrancou com um tema de enorme a atualidade, o mercado de senior living, numa sessão coorganizada pela JLL e pela Vida Imobiliária.

Com uma procura superior à oferta disponível, o mercado das residências seniores em Portugal começa a ganhar força e a despertar a atenção dos investidores privados. Isso mesmo ficou bem evidente na conferência ‘Portugal Senior Living Market’ e cujas principais conclusões podem ser lidas AQUI.

Nelson Lage: «os edifícios são a peça chave no caminho da descarbonização»

Na ambição da União Europeia de atingir a neutralidade carbónica até 2050, «os edifícios são a peça chave», afirmou Nelson Lage, Presidente da Adene – Agência para a Energia, na abertura da conferência ‘Os apoios públicos à descarbonização, desafios e oportunidades para o setor da energia / edifícios’, no dia 24 de novembro.

«Casas velhas. Casas ineficientes. Um parque habitacional envelhecido, com desconforto térmico e isolamento deficientes. Este não é um retrato bonito. Este é um dos maiores desafios que temos pela frente: mudar o paradigma habitacional português», admitiu Nelson Lage.

Conheça os desafios e as oportunidades apresentadas pela nesta conferência, pode ler mais sobre este tema AQUI.

Desafios da Estratégia Local de Habitação

Na ordem do dia estão também as ‘Novas políticas locais de habitação’, e que deram mote à conferência da tarde do dia 24 de novembro, uma sessão organizada pela Agenda Urbana. Segundo Álvaro Santos, Fundador e CEO da Agenda Urbana, «os municípios encontram-se numa posição chave para executar as políticas públicas centrais em função das necessidades da população», e o diagnóstico dessas necessidades deve ditar a estratégia a seguir.

Conheça as conclusões desta conferência que reuniu cinco Presidentes de Câmara no mesmo debate AQUI

«A melhor energia é a que não se gasta»

A Semana da Reabilitação Urbana do Porto reservou ainda parte da sua agenda para a apresentação e debate sobre as melhores soluções e materiais de construção. Exemplo disso mesmo, a sessão ‘A (re)construção eficiente. Adaptar, modificar e melhorar o desempenho térmico e acústico dos edifícios’, organizada pelo Grupo Preceram, reuniu, na tarde do dia 24 de novembro, profissionais e curiosos numa sessão com uma grande afluência e cujas principais conclusões pode ler AQUI.

«Reabilitar implica planear a utilização futura do património»

Entre os momentos importantes desta edição, destaca-se também o lançamento do documento estratégico ‘Conservação e Reabilitação do Património, Estratégias e Potencialidades, entre (2020-2030)’, promovido pelo GECoRPA – Grémio do Património e que decorreu na tarde do dia 24 de novembro, na sala Ribeira, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto. O resumo deste momento pode ser lido AQUI.

Projeto de conforto térmico volta a ser obrigatório

A fechar a tarde o Imojuris e a Morais Leitão promoveram o seminário jurídico ‘As novas regras da eficiência energética dos edifícios’ que teve como foco as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 101-D/2020, de 7 de dezembro, e a mais recente alteração introduzida pelo Decreto-Lei n.º 102/2021, de 19 de novembro. Fique a par de todas as alterações AQUI.

Albúm Flickr
O futuro já chegou e é elétrico!

No terceiro e último dia da Semana da Reabilitação Urbana do Porto, a Vida Imobiliária, a Schmitt+Sohn e a Ordem dos Engenheiros Técnicos promoveram a conferência ‘O impacto da mobilidade verde e o desafio dos Edifícios NZEB’.

Para José Manuel Sousa, Vice-Presidente da Ordem dos Engenheiros Técnicos, os objetivos estão traçados e passam pela «redução da intensidade carbónica e pela promoção da renovação energética do parque imobiliário». Para isso é necessário avançar com a implementação do conceito de Nearly Zero Energy Buildings (NZEB) na construção dos edifícios novos e na transformação dos edifícios existentes e transitar para a mobilidade verde. Pode saber mais AQUI.

Pandemia não trava investimento hoteleiro no Porto

Não obstante o impacto da pandemia, a dinâmica de investimento no Porto mantém-se positiva. Isso mesmo ficou evidente na conferência ‘Turismo e reabilitação, uma dupla que se mantém?’, coorganizada pela Vida Imobiliária, pela Câmara Municipal do Porto e pela Savills.

«O Porto tem cerca de 141 empreendimentos turísticos, com 18 mil camas, e vai continuar a crescer» disse, na ocasião, Ricardo Valente, Vereador do Pelouro das Finanças, Economia e Emprego e do Pelouro de Turismo e Comércio da Câmara Municipal do Porto.

Não deixe de ler todas as intervenções que marcaram esta sessão AQUI.

Grande Porto tem em pipeline 95.000 m2 de escritórios

Na mesma linha também o mercado de escritórios do Porto continua a crescer e, de acordo com os números apresentados pela Predibisa, estão 95.000 m² em pipeline de construção, dos quais 23.500 m² já estão ocupados.

A dinâmica do mercado de escritórios do Porto foi apresentada numa sessão coorganizada pela Predibisa, Invest Porto e Vida Imobiliária. Todos os detalhes desta conferência podem ser lidos AQUI.

Habitação acessível «exige uma política de missão»

Um dos temas fortes da Semana da Reabilitação Urbana do Porto foi também a habitação acessível. Para Conceição Melo, Presidente do Conselho Diretivo Regional Norte da Ordem dos Arquitectos, «a habitação acessível é uma demanda, pelo que exige uma política de missão».

A intervenção de Conceição Melo decorreu na tarde do dia 25 de novembro, durante a conferência ‘Habitação inclusiva e sustentável: visão internacional no contexto das Nações Unidas’ e pode ser conhecida na íntegra AQUI.

Soluções para construção nova são distintas de soluções para reabilitação

A Semana da Reabilitação Urbana do Porto foi o palco da sessão ‘Premiar a sustentabilidade – desde o projeto à execução’, organizada pela Fassa Bortolo. Entre outros convidados participaram nesta conferência o Arq. João Mendes Ribeiro que sublinhou a importância do projeto de reabilitação na «dignidade do edifício do futuro». Pode ler o resumo desta sessão AQUI.

«Ainda assistimos a muita falta de informação sobre eficiência energética»

A sessão “Novas Regras para a Eficiência Energética de Edifícios”, organizada pelo Portal da Construção Sustentável, decorreu a 25 de novembro, e evidenciou que a procura pela imagem do edifício novo continua a sobrepor-se à procura por durabilidade e pela origem dos materiais. Pode saber mais AQUI.

PRR afeta mais de 3 mil milhões de euros à habitação e eficiência energética

A Semana da Reabilitação Urbana do Porto fechou voltando ao tema da sessão de abertura: os milhares de milhões do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Organizado pelo Imojuris e pela Abreu Advogados o seminário jurídico ‘Os impactos do PRR para o setor imobiliário’ deixou bem clara a posição do setor privado: «só faz sentido afetar recursos públicos onde não há recursos privados». Não deixe de ler o resumo desta sessão AQUI.

55 entidades apoiaram a maior Semana da Reabilitação Urbana do Porto de sempre

Quase a completar 10 anos, a IX edição da Semana da Reabilitação Urbana do Porto reuniu o apoio dos setores público e privado, o apoio das Ordens Profissionais e Associações do setor da construção e do Imobiliário. A Schmitt+Sohn, o Grupo Preceram e a Saint-Gobain alinham nos patrocínios Platina. Na categoria Ouro incluem-se A400, Abreu Advogados, Avenue, Caixiave, Casais, CBRE, CIN, Civilria, Fassa Bortolo, JLL, Morais Leitão & Associados, Mota-Engil Real Estate, PLMJ, Predibisa, Reify., Round Hill Capital, Savills e Victoria Seguros. Nos patrocínios institucionais alinham a ADENE, AICCOPN, APEMIP, APPII, GECoRPA, Ordem dos Arquitectos, Ordem dos Arquitectos-SRN, Ordem dos Engenheiros, Ordem dos Engenheiros Técnicos. Os apoios institucionais cabem à ACAI, APFIPP, CENTRO HABITAT, FEUP e RICS. O Portal oficial é o Idealista e jornal oficial o Público Imobiliário.

Albúm Flickr
Apresentações