Resorts

SPX reforça presença na Quinta do Lago com compra de 7,6 hectares

Ana Tavares |
SPX reforça presença na Quinta do Lago com compra de 7,6 hectares

A SPX – International Asset Management comprou à Caixa Geral de Depósitos créditos hipotecários garantidos por dois terrenos para promoção imobiliária na Quinta do Lago, com uma área de 7,6 hectares dentro do resort algarvio.

Estão em causa o lote AL1, na zona Norte da Quinta do Lago, com potencial construtivo de 28.200 metros quadrados acima do solo e até 500 camas, e o lote ET3, junto ao complexo multidesportivo The Campus, com potencial de construção e 17.400 metros quadrados e mais 350 camas.

O negócio é fechado depois de a empresa se ter tornado proprietária do complexo turístico-residencial The Keys, em 2020. Nos novos terrenos para promoção, com capacidade construtiva total de 45.600 metros quadrados, a empresa planeia então criar 850 novas camas em turismo residencial, que se somam às 72 habitações promovidas no The Keys.

Tal como na compra do The Keys, a SPX foi acompanhada pela JLL ao longo do processo. A consultora foi responsável pelo processo de buyside advisory com serviços de DD comercial e técnica, valorização e estratégia de desenvolvimento. Foi também novamente apoiada pela equipa da Morais Leitão, coordenada pelo sócio João Torroaes Valente, do departamento de Corporate Real Estate da sociedade.

Gonçalo Santos, Head of Capital Markets da JLL, comenta em comunicado que «este negócio vem colocar em evidência o continuado interesse dos investidores pelo mercado português de resorts, onde ao longo dos últimos doze meses foram já investidas várias centenas de milhões de euros na aquisição de ativos para promoção».

E completa que «entrando no mercado português com um investimento inicial de mais de 95 milhões de euros na compra do The Keys, com estas novas aquisições a SPX torna-se definitivamente um nome incontornável nesta indústria em Portugal e, em particular, na Quinta do Lago que, como atesta esta operação, há quase cinco décadas que se mantém no topo da lista dos investidores no Algarve», conclui.