Centros Comerciais

APCC reitera que centros comerciais “são ambientes seguros e controlados”

Ana Tavares |
APCC reitera que centros comerciais “são ambientes seguros e controlados”

Reagindo às novas medidas de contenção da pandemia anunciadas esta semana, a Associação Portuguesa de Centros Comerciais considera que «não faz sentido criar constrangimentos nas entradas através destas limitações».

Esta terça-feira, o Governo apresentou um reforço das medidas de combate à pandemia, que incluem a redução da lotação dos estabelecimentos comerciais para uma pessoa por cada 5 metros quadrados.

Em nota enviada ao Expresso, Rodrigo Moita de Deus, diretor executivo da APCC, destaca que «os portugueses têm tido um comportamento exemplar, evitando voluntariamente aglomerações e ajuntamentos nos espaços comerciais», e acredita que «com estas medidas corre-se o risco de estar a criar os ajuntamentos, que se deveriam evitar, à porta dos espaços comerciais».

O responsável reforça que «os centros comerciais nacionais são ambientes seguros e controlados, tendo realizado uma transformação, por via de elevados investimentos, para maximizar a segurança, o distanciamento social, bem como o cumprimento de todas as regras sanitárias».