Turismo

Certificado Covid-19 é aprovado pelo Parlamento Europeu

Ana Tavares |
Certificado Covid-19 é aprovado pelo Parlamento Europeu

O Parlamento Europeu aprovou a adoção do certificado digital Covid-19. Quem já tiver sido vacinado, estiver recuperado da doença ou testado pode viajar sem restrições dentro da União Europeia a partir do dia 1 de julho.

Segundo a Lusa, a votação em formato híbrido foi realizada esta terça-feira em Estrasburgo, mas o resultado foi revelado apenas esta quarta-feira de manhã, devido à contagem dos votos à distância. A proposta recebeu 546 votos a favor, 93 contra e 51 abstenções.

O Conselho e o Parlamento europeus chegaram a acordo político sobre este certificado em maio, proposto pela Comissão Europeia já em março. Entra agora em vigor por um período de 12 meses.

O certificado será gratuito e funcionará como um cartão de embarque para viagens, em formato digital e/ou em papel, com um código QR. Será disponibilizado na língua nacional do cidadão e em inglês, segundo o Observador.

Com a implementação deste certificado europeu, a ideia é que os Estados-membros não voltem a aplicar restrições, a não ser que a situação epidemiológica o justifique.

O objetivo principal é facilitar o regresso à livre circulação dentro da EU e apoiar o setor do turismo, especialmente com a chegada do verão.