Negócios

Centro logístico da Nobre passa para as mãos da Corum (atual.)

Ana Tavares |
Centro logístico da Nobre passa para as mãos da Corum (atual.)

O fundo de investimento imobiliário Corum XL, da sociedade gestora de ativos francesa Corum, acaba de anunciar a compra do centro logístico da Nobre em Rio Maior. Não foram revelados nem o valor do negócio nem o anterior proprietário.

Este imóvel industrial tem um total de 9.500 metros quadrados, e foi construído em 2011. Funciona como centro de operações de armazenamento, logística e distribuição da produção da Nobre para Portugal e para o estrangeiro. A empresa tem um contrato de arrendamento de longo prazo.

Em comunicado, a Corum refere que este negócio «reforça a presença» em Portugal. José Gavino, diretor da Corum em Portugal, considera que «este investimento é perfeito exemplo da nossa orientação para economia real, ajudando o desenvolvimento de empresas que os nossos investidores bem conhecem. Acreditamos na recuperação da economia portuguesa e na capacidade das empresas nacionais».

No mesmo comunicado, refere ainda que «com esta aquisição diversificamos o nosso portefólio, uma das estratégias principais de crescimento da Corum. Estamos muito satisfeitos com esta transação, incorporando um ativo que cumpre novamente mais um dos requisitos de investimento da Corum, que é estar arrendado por empresas com capacidade financeira e que trazem estabilidade na sua ocupação».

Nesta operação, a RPE Portugal atuou em representação do vendedor (não identificado), e a Worx acompanhou a Corum.

Pedro Valente, Head of Capital Markets da Worx, comenta que «na nossa opinião, este é um excelente negócio realizado pela Corum, que aceitou o nosso desafio de analisar a operação, permitindo que a acompanhássemos nesta aquisição. Este ativo é claramente estratégico para a Nobre o que, somado à credibilidade e estabilidade financeira da empresa, torna este um investimento muito interessante para a Corum».

Por seu turno, Tim Seconde, Head of Capital Markets da RPE, nota que «esta transação mostra claramente a confiança dos investidores na recuperação da economia e a crescente força do mercado logístico português». Considera que «este setor é um alvo-chave no que diz respeito à curva de risco para os grandes investidores internacionais e esperamos ver mais atividade transacional nos próximos 12 meses».

Especializada em investimento imobiliário comercial, a Corum está em Portugal desde 2019. São seus arrendatários o Pingo Doce ou o Grupo Rumos.

Saiba mais sobre este negócio em Iberian.Property.

Atualização às 17h11 com mais informação