Escritórios

Fundiestamo compra edifício 5 de Outubro 124

Ana Tavares |
Fundiestamo compra edifício 5 de Outubro 124

O fundo FEIIA Imopoupança, gerido pela Fundiestamo, comprou o edifício 5 de Outubro 124, no centro de Lisboa, ao fundo EREF I, que tem como investment adviser a Explorer Investments.

Este edifício de escritórios situa-se na avenida com o mesmo nome, junto à Avenida da República. Tem 3.200 metros quadrados de escritórios distribuídos por 11 pisos acima do solo, incluindo uma loja no piso térreo. Tem também 62 lugares de estacionamento em cave.

O 5 de Outubro 124 foi recentemente alvo de obras de melhoria dos interiores. Foram renovadas as zonas comuns, num projeto da responsabilidade da Broadway Malyan.

A CBRE foi responsável por este negócio, em representação da Explorer Investments. Nuno Nunes, Diretor de Capital Markets da CBRE, comenta que «esta transação reforça a nossa convicção de que os investidores institucionais continuam a ter uma perspetiva muito positiva quanto à evolução futura do setor dos escritórios. No entanto, conscientes de que poderão existir alguns constrangimentos de curto prazo, a preferência destes investidores vai claramente para produtos core em boas localizações e com contratos mais longos. Para este tipo de produtos de investimento notamos inclusivamente alguma tendência de subida dos preços».

Por seu turno, Pedro Seabra, Senior Partner da Explorer Investments para a área de Real Estate, considera que «este negócio foi paradigmático do trabalho de criação de valor da equipa da Explorer Investments, que adquiriu este edifício e em três anos levou a cabo uma modernização do edifício, e em simultâneo a substituição e negociação de inquilinos, que permitiu despertar o interesse de um investidor institucional a um valor adequado, com um excelente resultado para a atividade desenvolvida».

Para Paula d’Orey, Administradora Executiva da Fundiestamo - Sociedade Gestora do Fundo Especial de Investimento Imobiliário Aberto Imopoupança, «esta aquisição vem evidenciar que a atividade imobiliária em Portugal continua a ter boas oportunidades de negócio e que é possível fazer bons investimentos no superior interesse dos participantes dos fundos, sem descurar a tão desejada rentabilidade, pese embora a atual conjuntura económica e social que se vive decorrente da pandemia de Covid-19».

E completa que «a aquisição do Edifício 5 de Outubro 124 foi uma excelente oportunidade de negócio para o Fundo Imopoupança, uma vez que se encontra inteiramente alinhada com a estratégia e política de investimentos, que visa também a aquisição de imóveis localizados em zonas prime com potencial de valorização e rentabilidade associada a contratos de arrendamento», conclui.

Saiba mais sobre este negócio em Iberian Property.