Habitação

25 autarquias concentram mais de metade dos apoios do PRR à habitação

Ana Tavares |
25 autarquias concentram mais de metade dos apoios do PRR à habitação

25 autarquias já concentram mais de metade dos apoios previstos para a habitação acessível no Plano de Recuperação e Resiliência, municípios estes que já assinaram protocolos para o efeito com o Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) para resolver os problemas habitacionais de 14.705 famílias.

É o que avança esta segunda-feira o Público, com base nos números fornecidos pelo Ministério das Infraestruturas e Habitação, segundo o qual estes 26 contratos foram assinados até ao final de fevereiro.

Estão em causa as câmaras de Arruda dos Vinhos, Lisboa, Almada, Oeiras, Matosinhos, Évora, Loulé, Lousada, Porto, Funchal, Alijó, Paredes, Torre de Moncorvo, Marvão, São João da Madeira, Mafra, Mirandela, Ribeira de Pena, Espinho, Idanha-a-Nova, Grândola, Alcanena, Silves, Viseu e Setúbal, cita o Negócios.

Outros 10 protocolos serão assinados em breve com outras autarquias. São cerca de 30 as câmaras com estratégias locais de habitação sob avaliação do IHRU. Estes protocolos fazem parte das estratégias locais de habitação, no âmbito do programa 1º Direito.

De recordar que o objetivo do Governo passa por resolver as carências habitacionais de 26.000 famílias até 2024, o que vai implicar um investimento de 1.251 milhões de euros em subvenções, no âmbito do Programa de Recuperação e Resiliência.