Arrendamento Acessível

5.012 famílias concorreram às 116 casas acessíveis da Câmara de Lisboa

Ana Tavares |
5.012 famílias concorreram às 116 casas acessíveis da Câmara de Lisboa

O 7º concurso do Programa Renda Acessível da Câmara Municipal de Lisboa de 1 de setembro atribuiu 116 habitações com rendas acessíveis na cidade, que receberam 5.012 candidaturas.

Estas habitações situam-se maioritariamente na freguesia de Alvalade, num total de 94 casas, além de 9 em Santa Maria Maior, 3 no Lumiar, 8 em Marvila, e 2 na Misericórdia.

92 destes imóveis eram tipo T2. Foram entregues 7 T0, 8 T1, 3 T3 e 5 T4.

A autarquia avança que «os os candidatos com casa afeta na sequência deste concurso serão notificados pelos serviços municipais para entrega de documentos, de forma a se proceder à assinatura de contrato e à entrega de chave», cita o idealista/news.

Estas famílias pagarão rendas que não podem ultrapassar 30% do rendimento líquido do agregado familiar, segundo as regras estabelecidas no Regulamento Municipal da Habitação.

Por exemplo, um T0 não pode custar mais de 400 euros, um T1 não pode ultrapassar os 500 euros, e um T2 pode ir até aos 600 euros.