Arrendamento

Estado investe €19,5M no apoio às rendas da habitação através do Porta 65

Ana Tavares |
Estado investe €19,5M no apoio às rendas da habitação através do Porta 65

Em 2020, cerca de 11.000 jovens receberam apoios do Estado no pagamento das suas rendas através do programa Porta 65 Jovem, num total de 19,5 milhões de euros. O programa, lançado em 2008, tem vindo a crescer (60% desde 2013), e é preciso recuar a 2011, na anterior crise, para encontrar um montante de apoio tão elevado, o que atesta a dificuldade no acesso ao mercado de arrendamento e à habitação por parte desta camada da população.

Os números foram divulgados pelo Ministério das Infraestruturas e da Habitação ao Jornal de Notícias, segundo o qual já foram apoiados 112.627 jovens e investidos 185,7 milhões de euros através deste programa, que paga entre 30% a 50% da renda máxima fixada por concelho. Ficam excluídas as rendas que ultrapassem este teto, mas a Deco alerta há vários anos que «há um grande desfasamento entre a renda máxima aceite pelo Porta 65 e os valores médios do mercado imobiliário», cita o Expresso.

Marina Gonçalves, secretária de Estado da Habitação, garante que «o Governo está a trabalhar para tornar este instrumento ainda mais eficaz».