Facility Management

Excel será o principal software usado pelos facility managers

Ana Tavares |
Excel será o principal software usado pelos facility managers

As folhas de cálculo, nomeadamente o Excel, será o software mais utilizado para as tarefas do dia-a-dia dos profissionais de Facility Management, calcula a APFM.

No âmbito do estudo “Modelos Organizacionais e Âmbito do FM em Portugal” que decorrerá ao longo de 2021, a APFM – Associação Portuguesa de Facility Management coloca uma questão chave sobre a utilização de Software, perguntando se, para determinadas atividades típicas do dia-a-dia da operação de FM, estas são suportadas por software específico ou não.

A APFM não especificou na pergunta do inquérito a marca de software usada, mas «podemos nos permitir presumir que será alguma folha de cálculo e, arriscando ainda mais a adivinhar, dizer que será o Excel. É claro que esta presunção serve apenas como teaser para criar o interesse em aprofundar o estudo em diversos temas, inclusivamente este, da utilização de ferramentas de IT no FM», refere a associação.

O uso deste tipo de software não deve ser visto como negativo. Segundo a APFM, «é normal que em diversos momentos ou para realizar alguns relatórios, se exporte informação para estas e, através de tabelas dinâmicas (pivots ou cubos) se produza a informação final. Ou, em certos casos, que algumas tarefas menos críticas ou menos exigentes em termos de quantidade de dados ou da necessidade da sua análise em tempo real, possam ser totalmente geridas e monitorizadas sem recurso a um software especializado». Ou seja, «cada situação deve ser analisada em concreto, o que não obsta a que se defina um padrão, ou benchmark, relativamente a quais as atividades que podem trazer mais benefício ao serem geridas com software específico. É esse, então, o objetivo final de alguns dos estudos que levaremos a cabo este ano».

«As primeiras respostas permitem-nos já compreender quais as atividades em que a “taxa de excel” é maior ou menor (i.e. “utilização de software não específico”): Gestão Ambiental, de Mudanças e de Limpezas são as atividades em que mais se utiliza o “Excel”, e, por outro lado, Gestão de Acessos, Reserva de Salas e Gestão de Energia, aquelas em que mais se utilizam ferramentas de software específicas», explica a associação.

A APFM considera também importante perceber quais as situações em que pode estar reduzida a produtividade e a eficiência da organização de FM, como a gestão de contratos ser feita, em 55% dos casos, sem uma ferramenta específica, ou a gestão da manutenção com 41% e a gestão de rendas ou tenants com 60%.