Arrendamento Acessível

Lisboa abre novo concurso de Renda Acessível com 41 habitações

Ana Tavares |
Lisboa abre novo concurso de Renda Acessível com 41 habitações

A Câmara Municipal de Lisboa abriu esta semana um novo concurso do Programa Renda Acessível, com 41 habitações, arrendadas pela autarquia a privados no âmbito do Programa Renda Segura.

Em comunicado enviado à Lusa, a CML explica que este novo concurso inclui casas nas freguesias de Ajuda, Arroios, Avenidas Novas, Benfica, Campo de Ourique, Campolide, Estrela, Lumiar, Marvila, Misericórdia, Olivais, Penha da França, Santa Clara, Santa Maria Maior, Santo António, São Domingos de Benfica e São Vicente. Quatro habitações são de tipologia T0, nove de tipologia T1, 18 habitações T2, sete de tipologia T3 e três habitações T4.

De recordar que, através do Programa Renda Segura, a Câmara Municipal de Lisboa arrenda habitações vagas ou em alojamento local a privados, que depois subarrenda no mercado de longa duração com rendas acessíveis.

As características, localizações e fotografias das casas podem ser consultadas na Plataforma Habitar Lisboa, onde estão também disponíveis as informações e formulários de candidatura que podem ser apresentadas até 18 de junho.

Primeiros fogos dos edifícios da Segurança Social já foram atribuídos

Entretanto, na última sexta-feira, a autarquia atribuiu as primeiras 118 casas do programa de reconversão dos edifícios da Segurança Social, também no âmbito da 5ª edição do Programa Renda Acessível, que registou um total de 5.635 candidaturas, recorda o Observador.

Estas casas têm tipologias T0 a T4 e situam-se na Avenida da República, Campo Grande e Avenida Visconde Valmor, nas freguesias de Arroios, Alvalade e Avenidas Novas.

Nas cinco edições do Programa Renda Acessível já realizadas pela CML foram atribuídos 391 fogos.