Escritórios

Porto coloca 13.000 m2 de escritórios até junho

Ana Tavares |
Porto coloca 13.000 m2 de escritórios até junho

O mercado de escritórios do Grande Porto registou um total de 25 operações de tomada de escritórios, num total de 13.058 metros quadrados, menos 54% que em igual período de 2020.

Segundo os números do OnOffice da Predibisa, o número total de transações subiu 8%, mas o valor médio contratado por operação desceu 56%, o que se traduziu num menor valor médio contratado por operação, de 522 metros quadrados.

Os resultados do semestre foram fortemente influenciados pela baixa atividade registada até março, quando apenas 21% da área total foi colocada. Já o segundo trimestre foi mais dinâmico, evidenciando os efeitos positivos do desconfinamento.

47% do total da área colocada no semestre diz respeito à cidade do Porto, num total de 6.111 metros quadrados. A zona do CBD da Boavista continua a ser a mais representativa, concentrando 55% dos escritórios ocupados e metade das operações registadas. Nota também para o CBD Baixa, com 1.530 metros quadrados tomados e para a zona Outros Porto, com 746 metros quadrados.

As empresas do setor “TMT’s & Utilities” foram responsáveis por 33% da área colocada, seguidas pelos “Serviços Financeiros”, com 17%, e pelos “Outros Serviços”, com 13%.

Até junho, a Predibisa foi responsável por 12 operações, garantindo a colocação de 4.465 metros quadrados de escritórios, mais de 1/3 do total da área absorvida desde o início do ano.