Arrendamento Acessível

Programa de Arrendamento Acessível ainda só celebrou 367 contratos

Ana Tavares |
Programa de Arrendamento Acessível ainda só celebrou 367 contratos

O Programa de Arrendamento Acessível (PAA), lançado pelo Governo no verão de 2019, regista hoje a celebração de apenas 367 contratos.

A informação foi dada esta semana pelo ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, durante uma audição no Parlamento, durante a qual admitiu que «não é neste programa que estamos focados para dar resposta ao arrendamento acessível», lembrando que está também em curso um «projeto muito mais ambicioso de construção e reabilitação de imobiliário», cita o Eco.

A maior parte destes contratos tem rendas entre 20% a 40% abaixo dos valores praticados no mercado, e 33 têm reduções de renda superiores a 41%.

De recordar que, em dezembro de 2020, durante um evento organizado pela VI e pela APPII, a secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves, avançava que tinham sido fechados, à data, 250 contratos. Na altura, admitiu que o programa ainda não tinha tido a adesão que o Governo gostaria: «o nosso maior desafio é que o programa chegue a mais gente».