Promoção Imobiliária

Promotora Sharp investe €33M em Portugal

Ana Tavares |
Promotora Sharp investe €33M em Portugal

A promotora imobiliária Sharp Developers, criada em 2018 pela engenheira civil Carla Luís e pelo advogado Juan Camilo Amaya, já soma em Portugal uma carteira de investimentos de cerca de 33 milhões de euros.

O BoaVista Apartments é o nome do mais recente projeto residencial da promotora, que está a surgir junto à rotunda com o mesmo nome, no Porto. Assinado pelo arquiteto Pedro Mosca, terá 5 pisos e um total de 8 apartamentos, seis T1 e dois T3, com espaços ao ar livre, varandas, terraços com vista sobre a cidade e jardins privativos, salienta a Predibisa, que comercializa o empreendimento, em comunicado. Os preços começam nos 233.000 euros.

Rita Pereira, responsável pela comercialização do edifício na Predibisa, descreve que «o piso térreo inclui dois apartamentos com uma entrada independente, jardim privativo e um pé direito alto, que promove elegância e amplitude aos espaços. Em todos os espaços interiores, os acabamentos (closets e armários folheados de pinho e rodapés lacados; porta principal de acesso ao apartamento corta-fogo e de segurança; sistema de vídeo porteiro com controle de acessos e pré-instalação de ar-condicionado, entre outros) foram criteriosamente selecionados, com detalhes funcionais e distintos, garantindo sobretudo a iluminação natural em todas as divisões».

A empreitada deverá ser concluída no segundo semestre do próximo ano.

Já este ano, a Sharp Developers concluiu o projeto Boa Nova Residences, um empreendimento de habitação com 6 apartamentos situado na rua da Boa Nova, também no Porto, onde está situada a sede da Sharp.

O seu portfólio conta com um total de 4 projetos residenciais de reabilitação e construção nova, nas zonas do Porto e Vila Nova de Gaia, numa área bruta de construção de 18.000 metros quadrados, e um investimento total de 33 milhões de euros, refere o Negócios.