Mediação Imobiliária

Remax Collection movimenta €615M no primeiro semestre

Ana Tavares |
Remax Collection movimenta €615M no primeiro semestre

A Remax Collection, imobiliária do segmento de luxo, fechou o primeiro semestre deste ano com um volume de negócios de cerca de 615 milhões de euros, mais 43% que em igual período de 2020. No total, foram registadas 2.198 transações, mais 46% que no ano passado.

Os apartamentos e as moradias reforçaram a sua importância no segmento premium da marca Remax. Representavam 91% da faturação e 95% das transações em 2020, e agora representam 98% em ambos os indicadores.

Os apartamentos T2 e T3 foram os mais procurados pelos investidores, representando 70,4% da faturação e 71,3% do volume de negócios. As moradias T3 e T4 representaram 56% do volume de transações e 63% do volume de negócios do 1º semestre.

A Remax Collection negociou imóveis com clientes de mais de 30 nacionalidades, apesar de os portugueses continuarem a representar quase 70% das transações. Os brasileiros foram os estrangeiros mais representativos em termos de volume de negócios e de transações, seguidos dos franceses e ingleses, que ocuparam a 3ª e 4ª posições, respetivamente.

Beatriz Rubio, CEO da Remax, comenta que «os números relativos à atividade da Remax Collection na primeira metade do ano foram os melhores de sempre neste período, refletindo um acentuado crescimento face a igual período de 2020, o que demonstra bem um cenário de recuperação do mercado imobiliário de luxo, que tem dado provas de resiliência no atual contexto. Portugal é um mercado apetecível para estrangeiros, que projetam no segmento de luxo um investimento seguro e com elevada possibilidade de retorno. É certo que os clientes nacionais continuam a adquirir mais imóveis Collection, contudo a procura internacional mantém bons níveis de atratividade».

Para a segunda metade deste ano, a Remax Collection prevê «a continuidade do cenário de recuperação do mercado, já bastante notório neste primeiro semestre», pode ler-se em comunicado. «A reanimação da atividade económica, o retorno de algum do investimento internacional, as melhorias nos índices do setor do turismo e a própria evolução positiva da segurança sanitária, são fatores que têm reforçado o dinamismo no setor imobiliário. Numa vertente como a de luxo, em que a confiança e a credibilidade são determinantes, é objetivo principal da Remax Collection continuar a ser a melhor opção para quem pretende comprar ou arrendar um imóvel, sempre apoiado por uma equipa de consultores especializados neste segmento premium», remata ainda Beatriz Rubio.