Mediação Imobiliária

Volume de negócios da Remax Collection soma os €1.152M

Ana Tavares |
Volume de negócios da Remax Collection soma os €1.152M

No ano passado, a Remax Collection, imobiliária que opera no segmento de luxo, registou um volume de negócios de 1.152 milhões de euros, inferior aos 1.241 milhões de euros registados no ano anterior.

Num ano marcado pela pandemia, a rede esteve envolvida em 3.420 transações, uma descida face a 2019, mas um crescimento de 9% face a 2018. Em 2021, a Remax Collection antecipa um cenário de recuperação.

Em 2020, os portugueses dominaram a aquisição de imóveis Collection, representando 54,3% do total. Entre os estrangeiros, os brasileiros dominaram no número de transações (7,54%), seguidos pelos franceses, com 6,65% do total. São os chineses que lideram ao nível da faturação (7,29%), seguidos pelos 6,41% dos brasileiros e pelos 4,79% dos franceses.

Os apartamentos representaram 77,8% das transações, apesar de uma descida face a 2019. Os negócios com apartamentos representam 64,1% da faturação.

Já as moradias estiveram em destaque em 2020, com uma subida de quase 7% para os 27,3% no volume de negócios e de 4% no número de transações, com uma quota de 17,2%.

A maior fatia do mercado Collection centrou-se em Lisboa, que concentrou 77,9% dos imóveis da rede. Mas o Porto tem vindo a ganhar relevo há dois anos consecutivos, somando no ano passado um crescimento de quase 2% no número de transações (7,5%).

Beatriz Rubio, CEO da Remax, comenta em comunicado que «a Remax Collection tem registado nos últimos anos um crescimento sustentado neste segmento, o que atesta bem o sucesso comprovado na estratégia de lançar uma marca especializada em luxo. Se o contexto de pandemia refletiu uma descida em alguns indicadores, em linha com a quebra na atividade económica, estamos certos que o cenário em 2021 será de recuperação, já notado nos últimos meses».

«Apesar desta fase pandémica, o nosso país mantém elevados níveis de atratividade para estrangeiros, que veem no setor imobiliário português, em particular no segmento de luxo, um investimento seguro e com elevada possibilidade de retorno. É certo que os clientes nacionais continuam a ser os principais clientes na aquisição de imóveis Remax Collection, mas a procura internacional oriunda de países como Brasil, França, China, Estados Unidos mantém-se alta», atesta a responsável.