PNRU

Melhor do residencial brilha no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Fernanda Cerqueira |
Melhor do residencial brilha no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana na categoria melhor intervenção de uso residencial é um dos galardões mais prestigiantes do setor da construção e do imobiliário e em 2021 a sua atribuição vai ser ainda mais difícil para o júri. São grandes intervenções de reabilitação urbana, com localizações privilegiadas e que trazem mais e nova oferta habitacional de qualidade ao mercado.

É o caso do 266 Liberdade que nasce da reabilitação de um dos edifícios mais icónicos da cidade de Lisboa – o edifício Diário de Notícias – numa promoção da AVENUE, com projeto da Contacto Atlântico e obra da HCI.

Pela mão da Vanguard Properties conhecemos o edifício Castilho 203, uma referência no imobiliário residencial de luxo em Lisboa, com projeto do arquiteto José Mateus da ARX Arquitectos e obra da Mota Engil.

No n.º 11 da rua Rodrigo da Fonseca, em Lisboa, encontramos The Nest, um antigo edifício de escritórios reabilitado e requalificado para uso habitacional numa promoção da Louvre Properties/Bondstone, com projeto do arquiteto Frederico Valsassina e obra da MAP Engenharia.

Na colina mais alta de Lisboa ergue-se o Graça Residences, uma promoção da SOLYD Property Developers, com projeto do arquiteto Frederico Valsassina e com obra da Teixeira Duarte.

A Westport International também marca presença no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana e apresenta a reabilitação e requalificação do Solar de Santana, um edifício histórico, situado no Campo Mártires da Pátria, em Lisboa, um projeto com a assinatura do arquiteto Rui Pinto Gonçalves e com obra executada pela Ecociaf.

A construtora Casais apresenta o Complexo Habitacional da Rua São José, nº 47 a 65, e Rua das Pretas, nº 25 a 27, em Lisboa, um projeto do atelier Contacto Atlântico e uma promoção da Faia Imobiliária.

Ainda por Lisboa encontramos o Palácio de Santa Helena, uma promoção da Stone Capital, com projeto do arquiteto Samuel Torres de Carvalho e obra da construtora San José.

Mais a norte, na cidade do Porto, vamos encontrar o Saldanha Palace, promovido pela SOCIGOM – Sociedade Imobiliária, com projeto da autoria do arquiteto Joaquim Bragança e obra da Américo Teixeira.

Deixamos a Foz e no Centro Histórico do Porto, encontramos o edifício Infante, um projeto de reabilitação urbana de dois edifícios contíguos, desenvolvido pelo atelier Meireles Arquitectos.

Continuamos a percorrer o país e de Braga o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana recebe as Casas Alcaide, um projeto do atelier Carvalho Araújo.

Faça parte da edição de 2021 do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana!

Para fazer a inscrição do seu projeto basta aceder a premio.vidaimobiliaria.com/inscricoes e preencher o formulário disponível online. Conheça o regulamento, o júri e todos os prazos em premio.vidaimobiliaria.com

As inscrições encerram a 8 de março. Não perca a oportunidade, contamos consigo!