Centros Comerciais

Centros comerciais reiteram segurança nos saldos

Ana Tavares |
Centros comerciais reiteram segurança nos saldos

No âmbito do início do período de saldos, adiado pelo Governo e proibido no final de dezembro devido à evolução da pandemia, a Associação Portuguesa de Centros Comerciais reitera que «está garantida a segurança dos consumidores» nestes espaços, e recorda «o esforço e investimento que os seus associados têm realizado para assegurar condições excecionais de segurança e higiene nos centros comerciais».

A APCC «congratula-se com a abertura do período de saldos nas lojas físicas, deixando o comércio online de ter o exclusivo dos saldos e promoções. A APCC duvida dos efeitos na contenção da pandemia com a proibição dos saldos, mas relembra que a mesma causou prejuízos para os consumidores e para as empresas, criando situações de concorrência desequilibrada com o grande comércio online internacional».

Para Rodrigo Moita de Deus, CEO da APCC, «a abertura do período de saldos pode ser o início de um ano de continuação de crescimento e recuperação para o comércio em lojas físicas, na continuação do segundo semestre de 2021 já marcado por uma evolução positiva das vendas».