Vendas

Vendas do retalho crescem 9,9%

Ana Tavares |
Vendas do retalho crescem 9,9%

O índice de volume de negócios no comércio a retalho subiu 9,9% em novembro, face a igual mês de 2020, uma aceleração de 6,6% face ao mês anterior.

Segundo o INE, a evolução deste índice foi sobretudo determinada pelo agrupamento de Produtos Não Alimentares, que passou de uma variação de 4,4% em outubro para 14% em novembro, com destaque para a subida de 30% no caso do agrupamento de “Têxteis, vestuário, calçado e artigos de couro”. Os Produtos Alimentares subiram 4,9%.

Neste mês, os índices de emprego, remunerações e horas trabalhadas apresentaram taxas de variação homóloga de 2,3%, 4,8% e 4,9%, respetivamente, que comparam com variações de 2%, 5,8% e 1,8% em outubro.

Face ao mês anterior, o volume de vendas subiu 2,8%, acelerando face aos 2,3% de outubro. Os agrupamentos de Produtos Alimentares e Produtos não Alimentares passaram de variações de, respetivamente, 3,3% e 1,4% em outubro, para 0,2% e 4,9% em novembro.