Alojamento Local

Lisboa e Porto perderam média de 2.000 a 5.200 reservas diárias de AL

Ana Tavares |
Lisboa e Porto perderam média de 2.000 a 5.200 reservas diárias de AL

A pandemia custou uma média de 2.000 a 5.200 reservas diárias de alojamento local em Lisboa e no Porto, conclui um novo estudo da Nova SBE.

Segundo o relatório “Impact of Covid-19 on Tourism and Hospitality: Evidence from Airbnb”, mesmo nos meses de verão de 2020, o número de reservas não atingiu o nível do ano anterior, entre as 13.611 reservas diárias em Lisboa e as 5.839 no Porto. Quanto mais rígidas foram as medidas de combate à pandemia do Governo, menos reservas eram realizadas.

O estudo desenvolvido no contexto do Nova SBE Data Science Knowledge Center, a partir de outubro de 2020, revela ainda que houve uma descida média de 4 euros nos preços das reservas, desde o início da pandemia. Lisboa e Porto apresentam um padrão de perda semelhante ao nível das receitas, com a capital a registar uma perda de mais de 113 milhões de euros em 2020, e o Porto com uma perda de 23 milhões de euros.

O estudo destaca também a «grave perda» nas receitas do imposto de ocupação, com Lisboa a perder uma receita estimada de 2,8 milhões de euros em 2020, e o Porto a perder 1 milhão de euros.

Este relatório deixa a nota de que «os anfitriões do Airbnb podem necessitar de mais tempo para se adaptarem ao impacto da pandemia. Adicionalmente, os municípios também sofrem com a perda de milhões de euros de receitas do imposto de ocupação».