Turismo

Turistas britânicos podem não viajar para o estrangeiro no verão

Ana Tavares |
Turistas britânicos podem não viajar para o estrangeiro no verão

Afinal, não é certo que os turistas britânicos possam viajar para fora do país este verão. O Governo só terá de tomar uma decisão sobre este assunto a 12 de abril.

É o que defende um dos cientistas que aconselha o Governo Britânico. Mike Tidesley afirmou este fim-de-semana que as viagens de cidadãos britânicos para o estrangeiro no verão serão «extremamente improváveis. Penso que as viagens internacionais este Verão vão ser, infelizmente, para o turista normal, extremamente improváveis», disse à BBC Radio.

O cientista defende que o Reino Unido estaria a arriscar demasiado a entrada de novas variantes da Covid-19 para as ilhas britânicas, o que poderia colocar em causa o programa de vacinação: «estaremos a correr um verdadeiro risco se começarmos a ter muitas pessoas a ir para o exterior em julho e agosto, por exemplo, por causa do potencial de trazer mais dessas novas variantes [do vírus] para o país», cita o Público. Variantes estas contra as quais as vacinas podem não ser tão eficazes.

Por outro lado, também o ministro da Defesa, Bem Wallace, considerou ser prematuro marcar férias de verão fora do Reino Unido neste momento, usando o mesmo argumento do risco das novas variantes do vírus: «não podemos pôr em perigo os ganhos da nossa campanha de vacinação. Se fôssemos imprudentes e importássemos novas variantes que comportam riscos, como reagiriam as pessoas?» questiona, citado pelo Económico.

O país mostra-se preocupado com a chegada da terceira vaga da pandemia a vários países da Europa, como França, Espanha ou Alemanha e Itália. Ainda assim, o Reino Unido já vacinou metade dos adultos do país, e a campanha segue a bom ritmo.

De recordar que o plano de desconfinamento apresentado por Boris Johnson a 22 de fevereiro indica que as limitações de viagens ao estrangeiro poderão começar a ser levantadas a 17 de maio. Ainda na semana passada, a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, afirmava à BBC que «esperamos receber os turistas britânicos a partir de 17 de maio», e prometendo um processo «muito simples e descomplicado», falando sobre o passaporte sanitário digital.

João Fernandes, Presidente da Região de Turismo do Algarve, desdramatiza, e considera que «ainda está tudo em aberto. Foi uma declaração de precaução, que tem a ver com o risco que ainda consideram de haver de quem viaja para fora contrair uma nova variante».

Sobre o facto de já vários hotéis do Algarve terem recebido reservas, afirma que «sempre que há um anúncio, há uma reação por parte da procura em relação ao Algarve, que quer dizer que a região está no “top of mind” do consumidor».