Escritórios

CBRE e Savills comercializam Duarte Pacheco 26

Ana Tavares |
CBRE e Savills comercializam Duarte Pacheco 26

As consultoras imobiliárias Savills e CBRE foram mandatadas para a comercialização, em regime de exclusividade, do edifício de escritórios Duarte Pacheco 26, nas Amoreiras, em Lisboa.

Situado na Avenida Engenheiro Duarte Pacheco, o edifício é propriedade da Norfin – SGOIC, empresa de gestão e consultoria de investimentos imobiliários. Tem um total de 7.500 metros quadrados distribuídos por 15 pisos acima do solo, dos quais 1.800 metros quadrados se encontram ainda disponíveis para arrendamento.

Os dois últimos pisos estão unidos internamente por escadas e elevador exclusivos, numa área total única de 730 metros quadrados de escritórios e 200 metros quadrados de terraços. Foram recentemente alvo de obras de reabilitação completa, e têm vistas de 360º sobre Lisboa, o rio Tejo e o Parque Florestal de Monsanto. O imóvel conta ainda com 80 lugares de estacionamento, 25 dos quais exteriores.

De recordar que o edifício Duarte Pacheco 26 foi, até 2017, ocupado na maioria pela sede da sociedade de advogados Vieira de Almeida, e tem hoje como principais inquilinos a BBDO, a Roland Berger e a EGEAC.

André Almada, Senior Director Offices Advisory & Transaction da CBRE, comenta em comunicado que «estamos a trabalhar na comercialização de um dos principais edifícios de escritórios da cidade de Lisboa, numa zona altamente consolidada e tradicionalmente com bastante procura por parte de entidades dos mais diversos setores. Esta responsabilidade, apesar de não ser totalmente nova, não deixa de ser um desafio nos dias de hoje».

Por seu turno, Luísa Noronha, Consultant Offices Agency da Savills Portugal, sublinha que a visibilidade é uma das características marcantes do Duarte Pacheco 26: «se juntarmos a facilidade de acesso que a sua localização confere, conseguimos perceber o que o torna tão atrativo para quem procura escritórios em Lisboa. A comercialização deste prestigiado edifício continua a ser a nossa prioridade».

Por seu turno, Frederico Amaral, diretor na Norfin, completa que «este é um projeto muito importante para a Norfin e para o investidor por se tratar de um dos principais edifícios de escritórios de Lisboa, muito privilegiado pela sua localização, mas também pelas características que oferece, inserindo-se num tipo de imóvel com muita procura».

Duarte Pacheco 26
Duarte Pacheco 26