Coworking

Heden duplica o investimento no coworking do Rossio

Ana Tavares |
Heden duplica o investimento no coworking do Rossio

A Heden, marca portuguesa de espaços de coworking, anunciou esta semana a duplicação do seu investimento no Heden Rossio, que será ampliado em mais 1.000 metros quadrados.

Neste espaço, que se situa na Estação do Rossio, deverão ser investidos cerca de 800.000 euros. Quando concluídos os trabalhos, o Heden Rossio passará a ter 2.100 metros quadrados distribuídos por 2 pisos, com capacidade para 300 pessoas. Será dada prioridade a materiais sustentáveis ou reciclados, como o bambu, a cortiça ou a lã burel.

Para a Heden, este investimento «revela a aposta ganha no futuro híbrido do trabalho. Com uma ocupação que ronda atualmente os 100% em todos os espaços Heden, o cowork está a revelar-se cada vez mais como a solução sustentável e mais atraente para as empresas que enfrentam um presente e futuro de trabalho híbrido», pode ler-se em comunicado.

Manuel Bastos, CEO do Heden, destaca que «a pandemia mostrou-nos que a flexibilização do trabalho é uma solução atrativa para empresas e colaboradores. Prova disso são os nossos resultados de ocupação e agora, o reforço do investimento neste novo espaço. Tivemos a oportunidade de aumentar a nossa capacidade na emblemática estação do Rossio e não pensámos duas vezes. Estamos muito contentes por integrar a solução do futuro do trabalho, quer para grandes empresas globais, quer para freelancers que precisam de apenas um local de trabalho inspirador que os faz sentir em casa».

Em 2021, a Heden conseguiu uma ronda de financiamento de 1,3 milhões de euros, liderada pelo fundo de capital de risco Navigator, gerido pela Lince Capital, o que permitirá dar seguimento à expansão da empresa em Portugal. Conta também com outros espaços de coworking em Lisboa, nomeadamente em Santa Apolónia, Chiado, Graça ou Intendente.

heden rossio 2.jpg