Habitação

Preços das casas subiram 1,2% durante o confinamento

Ana Tavares |
Preços das casas subiram 1,2% durante o confinamento

O preço de venda das casas em Portugal Continental registou uma variação trimestral de 1,2% no primeiro trimestre deste ano, que coincidiu com o segundo confinamento geral devido à pandemia de Covid-19.

Os números da Confidencial Imobiliário mostram que, apesar das restrições do confinamento, esta valorização trimestral se manteve em níveis semelhantes à observada no último trimestre do ano passado, de 1,3%.

Neste período, o preço médio de venda das casas em Portugal Continental fixou-se nos 1.653 euros/m², segundo os números do SIR-Sistema de Informação Residencial. O tempo médio de venda foi de 6 meses.

Ao longo do trimestre, os preços mostraram um percurso de estabilidade, com variações mensais marginais. Em março, manteve-se nos 0,3%.

Já em termos homólogos, os preços da habitação subiram 2,6% face a março de 2020. A variação homóloga manteve-se em terreno positivo mas, segundo a Ci, «este resultado confirma a tendência de perda do ritmo de crescimento verificada no último ano e a qual tem sido o principal reflexo da pandemia no comportamento dos preços». No final do primeiro trimestre de 2020, os preços das casas subiam mais de 15% em termos homólogos, indicador que foi perdendo dinâmica ao longo do ano, que fechou com uma variação homóloga dos preços de 4,8%.