Logística

Dachser investe 13 milhões no novo centro logístico de Lisboa

Susana Correia |
Dachser investe 13 milhões no novo centro logístico de Lisboa
As novas instalações assumem modelo de última geração, como este projeto em Berna, na Suíça.

Já em construção, este investimento surge «para fazer face ao crescimento do volume de negócios e dar uma resposta mais célere e eficiente às necessidades dos clientes na região da Grande Lisboa», refere a Dachser em comunicado. As novas instalações deverão estar operacionais no início de 2022, altura em que receberá os cerca de 150 colaboradores que trabalham atualmente na plataforma Dachser de Alverca do Ribatejo.

Concebidas de raiz e assumindo «um modelo de última geração» as novas instalações abrangem uma área total de 59.200 m², mais do dobro das atuais, «numa zona estratégica», em Castanheira do Ribatejo, «permitindo, desta forma uma ligação mais direta à extensa rede de transporte terrestre europeia da Dachser», destaca a empresa.

Com uma área de 7.396 m² destinada aos serviços de transporte e 65 cais de carga, o centro visa aumentar a capacidade de resposta da Dachser no mercado nacional e europeu, permitindo uma futura ampliação de 3.796 m² e de 40 cais de carga adicionais. Além disso, o projeto incluirá, ainda, um edifício de escritórios com dois andares e um total de 1.411 m². Em comparação com as atuais instalações da região de Lisboa, este novo centro apresentará uma maior zona de estacionamento, com capacidade para 80 "swap bodies" e uma zona de espera para 15 camiões.

Adotando «um modelo uniformizado, a nível operacional e de capacidade, de acordo com os padrões de construção e organização dos mais modernos centros da Dachser na Europa», a nova plataforma da multinacional em Lisboa irá oferecer serviços de transporte de mercadorias, como bens industriais e de consumo. Estará equipada com as mais recentes tecnologias para realizar operações de "cross-docking", através do sistema de "sorter", que permite realizar a separação dos pedidos, ou ainda da cadeia de transporte automático de paletes para movimentar a mercadoria no armazém, por exemplo.

«Os clientes da DACHSER em toda a região da grande Lisboa irão beneficiar de tempos de trânsito melhorados entre Lisboa e os mercados europeus, assim como dos habituais elevados níveis de serviço», afirma Ricardo Carvalho, Branch Manager da filial de Lisboa, destacando, ainda, a relevância estratégica do novo local para as empresas exportadoras e importadoras da região.

Um modelo inteligente e automatizado

A multinacional logística destaca ainda que a nova filial de Lisboa apresentará um modelo inteligente, automatizado em várias vertentes, estando equipada com os recursos standard dos mais modernos centros de transporte e logística da sua rede europeia.

«Relativamente à digitalização, por exemplo, o acesso dos camiões para cargas e descargas será totalmente automatizado e irá funcionar com base no reconhecimento de matrículas», comenta Ricardo Carvalho.

Refira-se, ainda, a aposta na sustentabilidade, através de painéis solares e uma instalação aerotérmica para proporcionar água quente ou, ainda, a instalação de um sistema de iluminação e ar condicionado de baixo consumo e controlo inteligente para alcançar uma maior eficiência energética nessas instalações.

Recorde-se que a construção da nova filial está contemplada no plano de investimento da Dachser para Portugal, estando igualmente prevista para 2022 a abertura de um novo centro em Faro.