Mediação Imobiliária

ERA fecha trimestre com os melhores resultados desde o pré-pandemia

Susana Correia |
ERA fecha trimestre com os melhores resultados desde o pré-pandemia
Rui Torgal, diretor-geral da ERA Portugal

Em março, a ERA Portugal vendeu 1.110 imóveis, 45% do número total de vendas concluídas no 1º trimestre, duplicando a atividade em termos homólogos anuais. No mês em questão, a marca atingiu uma faturação de 7,5 milhões de euros, tendo angariado 3.586 imóveis, num crescimento de 22% face a março de 2020.

No 1º trimestre, o preço médio dos imóveis transacionados pela ERA fixou-se em 150.936€, numa subida anual de 11%. Neste período, a marca faturou um total de 17 milhões de euros em comissões de mediação imobiliária, tendo ainda angariado cerca de 9.081 imóveis.

«Apesar do primeiro trimestre do ano ter sido marcado por quase dois meses de confinamento, conseguimos manter a nossa atividade a funcionar em pleno e é com bastante entusiasmo que, em março de 2021, atingimos os melhores resultados desde o último mês de 2019, o que nos indica que o setor imobiliário está a recuperar a sua total dinâmica e a reagir aos sinais positivos da retoma do país», comenta Rui Torgal, diretor-geral da ERA Portugal.

O responsável sublinha ainda que «além dos resultados excecionais que atingimos, o mês de março foi também muito especial para a ERA porque fomos novamente eleitos como Marca de Confiança e distinguidos pelo Great Places to Work como a 2ª melhor empresa para trabalhar em Portugal, na categoria +1.000 colaboradores, alcançando o 17º lugar no Ranking Nacional. Foi um mês de muitas conquistas para a empresa e os nossos colaboradores são a maior razão de todo este sucesso», conclui Rui Torgal.

Novo departamento de Recursos Humanos para atrair mais colaboradores

Como explicou Rui Torgal na sua última entrevista à VI, uma das metas estratégicas traçadas pela ERA para 2021 é recrutar mais de 500 profissionais, prosseguindo uma estratégia de expansão da rede que passa também pela criação de novas agências. Para tal, no 1º trimestre a marca criou um novo departamento de Recursos Humanos para a sua estrutura nacional, nomeando Rosário Morgado, que desempenhava as funções de Consultora de Operações, para o liderar.

O objetivo, explica a empresa, é «atrair novos colaboradores, assim como formar, fazer crescer pessoas com talento e impulsionar a progressão pessoal e profissional, reforçando desta forma a missão da ERA».

Atualmente a rede ERA conta com mais de 2.500 colaboradores e cerca de 200 agências em todo o território nacional.